quarta-feira, junho 14, 2006

Quando a nostalgia aperta

Pois é, supostamente a esta hora devia estar a fazer o belo do trabalho de Ecologia com os meus queridos amiguinhos. Mas a (in)feliz ideia que não sei quem teve de criar este blog não me deixa trabalhar!! Gozo amigos, gozo. O We shall not walk alone foi a melhor invenção desde a roda, isto porque vai ser um blog cheio de amoooor, cariiiiiinho, amizaaaaaade e acima de tudo com muita coisa imprópria para consumo (muitas vezes com uma faixa a dizer "censurado" a atravessar o monitor dos leitores mais atentos). Às tantas estou enganada, e este vai ser um blog cheio de relatos deprimentes de 3 amigos que não conseguiram ultrapassar a separação a que foram sujeitos!!!! (tou cheia de moral, eu :P)
Vai ser, acima de tudo, um espaço onde vamos poder partilhar uns com os outros as aventuras e desventuras (lol) do nosso dia-a-dia, a partir daqui tão distante. Quatro aninhos a partilhar cerca de metade do dia, 5 dias por semana (por vezes mais) é muita fruta! Principalmente para mim, que tenho carregado comigo durante estes anos uma cruz tão pesada... Aturar estes dois tinha de facto de estar reservado para mim! Isto porque eu não consigo passar sem eles... Tempos difíceis se aproximam amigos, tempos em que vamos ter de passar uns sem os outros, em que vamos deixar de fazer grandes noitadas a trabalhar e a curtir as mocas de sono uns dos outros... As poucas mas boas tardadas na happy hour do beer deck na Expo... E as saídas de campo!!!! Guerras de almofadas e fotos do Bojangles a dormir de boca aberta!!!! Mas sabem o que é que me vai custar mais? É não ter ninguém para convencer (como só eu faço) a ir jogar bowlling. Isso sim, vai ser duro! ;)
Ainda faltam 2 meses para a derradeira separação (que parece que vai ser de anos!), mas as saudades dos tempos que ainda estamos a passar já começam a dar sinais. A nostalgia está aí! O facto de as saudades já começarem a apertar e ainda nos estarmos a aturar diariamente não me parece nada bem. Imagino quando chegar o dia das despedidas no aeroporto... Quais Marias Madalenas arrependidas!! Prevalece e impera a grande alegria que damos uns aos outros por estarmos a lutar pelos nossos sonhos, e por sabermos que nunca nos vamos deixar caminhar sozinhos... We shall not walk alone!

Ficam tantas coisas por dizer e tantas por inventar (by Da Weasel)... Tantas!
****

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home