quinta-feira, outubro 05, 2006

Coisas estranhas

Aproveitando o embalo do post anterior, e já que o “autocarro” teima em não encher (única altura em que pode sair da “estação”), vou partilhar com vocês algumas coisas que nestes dias me têm tirado do sério.
Primeiro dia em Sisal, é hora do almoço e perguntam-me: “Oye Cat, quieres venir a comer lo pollo de D. Geni? No tiene chile y esta riquisimo!” Não estão bem a ver a minha cara de cu ao me perguntarem se quero comer o pollo da Sra.... Acho que o mínimo seria um pouco de respeito pelas gerações séniores, até porque a senhora é altamente! Isto, Bojangles, é por tua culpa! Sim, por me perguntares tantas vezes se quero comer tu pollo!!!!
Outra coisa que me inquietou bastante foi passar por uma casa no centro de Mérida num destes dias, uma casa que seria perfeitamente normal não fosse um escrito numa das paredes com a seguinte frase: “Se ponen pilas”. Fdx... Eu ja tinha reparado que por cá eles põe pilas assim na boa, mas acho que há limites de publicidade... Óbvio que uma pila não é mais que uma pilha, como me disse o Man depois de o ter chamado para tirar a foto à dita parede! Eheheh
Bem, passando à cena seguinte. Este domingo fui dar um passeio de bicicleta com 5 amigos pelos mangais aqui de Sisal, em busca de crocodilos, e à noite fomos ver um filme a casa do Andrés. Correu tudo muito bem, quase apanhavamos uma insolação e ficamos sem água, mas vimos um crocodilo! Depois do filme o Andrés chama-me e faz-me uma pergunta que me fez gelar: “Quieres una queca?” ... Sim, assim sem mais nem menos disse que me dava uma queca! Os colegas da Unidade que estavam lá puseram-se a olhar para mim com expressões risonhas, na expectativa da minha resposta. Epah... Desatei-me a rir e eles com cara de cu a olhar para mim!! Claro está que não demorei muito a perceber que o que ele me estava a oferecer não era uma queca à portuguesa, mas sim uma queca à mexicana. Fiquei tão vermelha que também eles perceberam que algo não estava bem, e explicaram-me que uma queca não é mais que uma Quesadilla, ou seja uma tortilha de queijo. LOOOOL!!!! Como devem imaginar, depois foi a minha vez que explicar como são as quecas à portuguesa... Bem, ainda me rio sozinha a pensar na minha cara de parva a olhar para o Andrés, ao mesmo tempo que pensava “Fdx, não podias ter esperado que as pessoas saíssem? Tinhas mesmo de perguntar essa merda agora????”. Que moca do caraças....................!
Bem, o “autocarro” já está a “andar” e entretanto já não consigo descodificar o que estou a escrever porque está tudo tremido...
Espero ter mais coisas estranhas para contar brevemente!


P.S. – Peço desculpa pela quantidade de aspas em algumas circunstâncias, mas considero injusto tratar certas coisas daqui pelos mesmos nomes de Portugal, já que existem umas “ligeiras” diferenças em alguns conceitos.


****

1 Comments:

Blogger Benper said...

Tou a ver que tenho que ir "marcar território" ai ao méxico, ai tenho, tenho ;)*

06 outubro, 2006 13:59  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home