sexta-feira, setembro 15, 2006

Como será…Será?! Não será?!


Hoje partilho com vocês, ou pelo menos com aqueles que estiverem para aí virados para ler este post, mais um dos muitos momentos de tormento por causa do estudo, que tenho passado ao longo deste mês e meio de marranço.
Depois de realizar dois dos três exames a que me propus, a sensação de incerteza é maior do que aquela que tinha antes de os fazer. Traduzindo por miúdos, isto quer dizer que, antes de fazer os exames a frase chave que me vinha à cabeça era, “Eu sei que vou conseguir, marrando chego lá”, agora depois de já ter feito os exames o que me vêem à cabeça é, “O que é que eu fiz? Aquilo está bem? Será que deu para me safar? Ai meu Deus…já fui!!!!” Resumindo tenho 6 hipóteses à minha disposição, só que ao contrário do ditado, não são à vontade do freguês (antes fossem). Existe a hipótese de chumbar aos dois, de chumbar a um e ir a oral a outro, de ir a oral aos dois, de ir a oral e passar a outro ou ainda de passar aos dois.
Agora meus amigos, pensem o que é estar a estudar para mais um exame que ainda falta fazer, que implica estar concentrado e abstraído de preocupações, e ter esta incerteza constante e sufocante durante todo o dia…é obra! Eu sei que “As nossas tragédias são sempre de uma profunda banalidade para os outros”, como Óscar Wilde disse um dia. Mas que posso eu fazer? Estava-me aqui entranhado, tinha que escrever…

Abraços e cahaços..and wish me luck..

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home