segunda-feira, fevereiro 19, 2007

Para ti, para ti e para ti..

Hoje foi um dia de saudade, não consigo explicar muito bem porque, não vi nada nem estive em nenhum lugar que me fizesse pensar em vocês, mas não sei..parece que nada é igual sem vocês aqui, tudo tem a vossa marca ou o vosso cheiro, tudo grita vocês. Começo todos os dias da mesma forma, a pensar para mim “É mais um dia que vai passar..Porreiro” Mas paro e penso, “Quem estou eu a enganar?!” se fosse só mais um dia não me custava tanto passar e estar em certos sitios, que são nossos ou que pelo menos, têm 4 anos da nossa história neles escrito.

Sendo assim dei por mim hoje a pensar nas saudade que eu tenho dos nossos trabalhos feitos à última, com os teus devaneios mentais Catarina para cima do Ramiro, da minha fome por Mac Donalds às 3 da manhã, e do encravar do teu computador Ramecas. Que saudade que eu tenho de irmos primeiro jogar boowling e só depois ir trabalhar, e ter-te a ti Catarina no final de cada jogo a pedir “só mais um!!Bora lá?..Fogo, não sejam cortes!!!” e eu e o Ramiro sempre a perdermos contra vocês as duas. As saudade que eu tenho de nos ter aos 4 dentro do meu carro, e ver-te a ti Mansa a atrofiar contigo Ramecas, e eu e tu Catarina a picar a Mansa para bater no Ramiro..Grandes risadas demos nessa noite. Nessa noite aprendi a gostar de ti Mansa:) Que saudades que eu tenho de ver os jogos de Portugal com vocês, que saudades tenho de irmos até ao beer deck beber umas e deixar o tempo passar sem pensar em nada, que saudades tenho de ver um filme em tua casa Catarina, depois de uma noitada de trabalho em que o cansaço já é muito mas só pelo prazer de estarmos juntos deitamos-nos sobre uns cobertores velhos e fedorentos e vemos um filme qualquer. Saudades das nossas jantaradas e das nossas vinhaças, que saudades do concerto da Ursula Rucker, que saudades do boss, que saudades de te ver a ti Catarina em casa do Ramecas, a não deixa-lo comer as batatinhas e dar-lhe chapadinhas nas mãos..”Então Ramiro não consegues comer as batatinhas” , que saudades tenho de te ver a ti Ramecas, a chamar cobra ou cabra alpina, a ti Catarina, depois de ela tanto massacrar-te, que saudades tenho dos nossos “pocôs” , que saudades tenho de fazer a avestruz, que saudades tenho de Archive e de Bjork, que saudades tenho das tuas chapadas irritantes nas mãos Catarina, que saudades tenho do teu túnel do Marquês Mansa. Mas do que mais tenho saudades é de nós os 4..

E assim dou por mim hoje a deitar-me e a pensar “Amanha é só mais um dia”...Quem disse que tentar enganar-nos a nós próprios não é bom..

Abraço a cada um de vocês..

1 Comments:

Blogger Bojangles said...

Ainda não tinha comentado este texto.. não sei pq... tv seja simplesmente estupido... mas hoje estava a ouvir a margarida dizer: "os rios correm para o mar deixando as margens no seu lugar" ... Nos fomos as margens uns dos outros ao longo dos últimos 4 anos... o sitio onde nos podiamos agarrar tanto para pular de alegria como para gritar, por vezes calados, de tristeza.
Mas como a margarida tb diz ..."os dias correm as ideias não" ... mesmo que o tempo nos venha a afastar mais do que a distancia... a ideia destes 4/5 anos vividos com a amizade um dos outros não há-de desaparecer! ;)

19 março, 2007 02:19  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home